onnix@onnix.com.br

 

(51) 2136.7575

 

(Ouvidoria) 0800 7017576

 

Rua General Câmara, 243 Conj. 502 

Porto Alegre/RS - Brasil
google maps

Por que o dólar oscila e quais as consequências?

Todo brasileiro já se acostumou a ouvir falar nas cotações do dólar, na importância do valor da moeda americana, mas muitos não sabem exatamente o motivo. O fato é que a moeda americana influencia o mundo todo, especialmente os países do Ocidente capitalista.

Basicamente, as oscilações do dólar ocorrem por conta de algo muito simples: a lei da oferta e procura. Ou seja, quanto mais procura a moeda tem, maior será o valor dela no mercado, e vice-versa.

Mas existem outros fatores que também influenciam na cotação do dólar. O risco Brasil é um deles. O "risco país" é um indicador que tenta determinar o grau de instabilidade econômica de cada país, denominado Emerging Markets Bond Index Plus (EMBI+) e mede o grau de "perigo" que um país representa para o investidor estrangeiro. Este é um ponto importante para a cotação do dólar porque investidores estrangeiros movimentam grandes quantias e se o país vai mal, podem vender dólar em quantidade, fazendo a cotação cair. O inverso também ocorre.

Outro fator que influencia o preço do dólar é quando a oscilação é muito grande e o governo federal interfere no mercado vendendo ou comprando, de acordo com a alta ou baixa, para que não haja mudanças bruscas e intensas, para manter o real, a moeda brasileira, estabilizada.

Quando o dólar está alto, prejudica as empresas que atuam com importação e com o mercado interno, pois compram em dólar. Quando está em queda, prejudica as exportadoras, pois deixam de ser competitivas.  As que atuam no mercado interno sofrem com a concorrência do produto importado que fica mais barato.